brasil   Mapa do site

Visitantes:

CENTRO DE QUALIDADE DE VIDA – LUMIGITUS

Jornal Eletrônico


ALIMENTO X MEDICAMENTO

cuidado_med_alimCertos alimentos podem interagir com alguns medicamentos e alterar os seus efeitos, o que pode acarretar em complicações na eficácia do tratamento, bem como na manutenção alimentar, podendo assim, ocorrer uma desnutrição.
A maioria dos medicamentos deve ser administrado uma hora antes ou duas horas após as refeições, juntamente com um copo de 200ml água; isso é uma regra geral. Entretanto, alguns fármacos fogem a essa regra e é indicado que se utilize junto aos alimentos. Com esses últimos que se deve ter maior cautela na utilização. Quando um medicamento é administrado concomitante às refeições, isso deve ser feito, preferencialmente, no meio das mesmas.

Segue então, uma lista de dicas e interações:cuidado_med_alim

  • Deve-se evitar tomar QUALQUER medicamento com uma alimentação rica em fibras, pois estas diminuem o efeito do mesmo. São exemplos de alimentos ricos em fibras: cereais em geral, couve, brócolis, cenoura, ervilha, feijão, pêra, maça, kiwi, lentilha, sementes, batata.
  • Os antiinflamatórios (Paracetamol, Nimesulida, Ácido Acetil Salicílico,  Ibuprofeno, Diclofenaco, Dipirona,...) devem ser administrados juntos as refeições a fim de se evitar uma irritação na mucosa gástrica.
  • Para aumentar a absorção do Mebendazol e da Hidroclorotiazida indica-se que se administre junto com alimentos ricos em gordura.
  • Os antibióticos não devem ser ingeridos com leites e derivados, nem com ferro e magnésio, pois ocorre uma incompatibilidade desses com o medicamento e não há a absorção de nenhum dos dois. 
  • Quando se utiliza antibióticos por um período longo (mais de 10 dias) recomenda-se que o paciente ingira alimentos contendo lactobacilos para repor a microflora intestinal, que é a responsável pela produção de vitamina B12.
  • Alguns medicamentos podem ser tóxicos para pessoas que sofrem de desnutrição, principalmente quando a carência é referente a proteínas.
  • A Fenitoína diminui a absorção de folato e, além disso, aumenta sua excreção.
  • O repolho, a couve de Bruxelas e os embutidos diminuem a eficácia do Paracetamol, da Amitriptilina, do Diazepam, do Etinil Estradiol, da Imipramina, do Propranolol, do Verapamil, da Varfarina.
  • A Furosemida e o Trianterno diminuem os níveis plasmáticos de cálcio e potássio.
  • A Clortalidona e a Hidroclorotiazida diminuem os níveis plasmáticos de potássio, magnésio e zinco e aumentam o nível de cálcio.
  • A Digoxina diminui o nível de magnésio e zinco no plasma.
  • Durante o tratamento com Selegilina e demais antidepressivos da mesma classe não se pode comer queijos maturados, vinho tinto, peixes e patês.
  • Quando se está fazendo uso de Varfarina deve-se evitar a ingestão de vitamina K (presente em folhas verdes), próxima à administração do medicamento.

 

            No próximo informativo continuaremos com mais informações sobre interações entre medicamentos e alimentos.

Elaborado por Mariana dos Santos Mello
Estagiária da Farmácia de Manipulação Dose Certa
Estudante de Farmácia / UFRGS

Responsável Técnica Dose Certa – Farm. Claúdia Martins

 
 
<Centro de Qualidade de Vida Lumigitus    CNPJ 05889494/0001-20> 
©Todos os direitos reservados